Curso adicionado ao carrinho com sucesso!X
E-mail cadastrado com sucesso!X
Créditos promocionais obtidos com sucesso!
X

Cultura e Mercado é pioneiro na discussão do setor cultural brasileiro. Criado como um blog em 1998, por Leonardo Brant, transformou-se em um site referência, trazendo informações, análises e serviços especializados aos artistas, produtores e gestores públicos e privados do mercado.

 

Em 2013, o site passou a ser produzido pela área de produção de conteúdo do Cemec, criado em 2010 como Centro de Estudos de Mídia Entretenimento e Cultura, por iniciativa das empresas Brant Associados, de Leonardo Brant; BR-54, de Ronaldo Bianchi; e Cesnik, Quintino e Salinas Advogados, para suprir a lacuna de profissionalização e formação de recursos humanos especializados para os mercados de cultura, entretenimento e economia criativa.

 

A ideia original era de um núcleo de formação que atuasse a partir de uma potente rede de especialistas em parceria com outras organizações culturais, com a missão de desenvolver e qualificar esses mercados.

 

Três anos depois, o Cemec ganhou vida própria e se descolou dos projetos empresariais que deram origem ao centro de estudos, sendo absorvido integralmente pela Brant Associados, que em seguida incorporou outros projetos e iniciativas próprias, como os sites Cultura e Mercado e Empreendedores Criativos. A nova empresa agregou também a Casa8, produtora de conteúdos que Brant mantinha com Alice Coutinho e Mônica Herculano.

 

No início de 2014, Gui Afif passa a integrar a empresa como sócio e presidente do conselho de administração. Ele comandou projeto de desenvolvimento organizacional que teve como resultados a criação de um novo site, mudança de sede e a ampliação da rede Cemec para outros estados brasileiros e para o exterior.

 

Em janeiro de 2015, com a saída de Brant e Afif da sociedade, Alice Coutinho e Mônica Herculano assumiram a empresa com novas propostas de atuação e parcerias. Seis meses depois, anunciaram mudanças: Cultura e Mercado passou a ser o nome tanto do site quanto da escola, com uma nova identidade visual e nova sede.

 

Alinhadas ao movimento de ocupação cultural do centro da cidade, passam a integrar um dos principais polos de criação da capital paulista, o prédio Farol, localizado no Vale do Anhangabaú. Fazendo parte da efervescência criativa paulistana, a proposta é ampliar ainda mais os temas, aulas, bate-papos e conteúdos para o site, além de melhorar o diálogo com os leitores e alunos.

 

Em agosto de 2016 a entrada de Daniele Torres na sociedade buscou fortalecer a área comercial e de relacionamentos da empresa. Tendo um histórico de longa data como parceira do site e, mais tarde, como professora e coordenadora de cursos do Cultura e Mercado, a aproximação com as novas propostas e projetos do CeM foi natural e gradativa, se efetivando na nova composição societária, a partir da saída de Mônica Herculano.

 

Tudo isso tendo em vista a busca pelo melhor desenvolvimento do setor cultural brasileiro, por meio de quem o faz.

Notícias