Em coletiva de imprensa realizada na manhã desta quarta (16), o Itaú Cultural anunciou os selecionados do programa Rumos 2019/2020 e destacou os principais pontos dessa edição.

A 19ª edição do Rumos Itaú Cultural teve de ser adaptada à suspensão social e aos
novos protocolos decorrentes da inesperada pandemia do Covid-19. Sendo assim, foram selecionados projetos de acordo com sua capacidade de acontecer mesmo nessas condições. A seleção, iniciada entre o final de 2019 e começo de 2020, foi adiada por alguns meses para adequação a este momento do modo de operar e de analisar os projetos.

Entre as propostas recebidas e contempladas nesta edição, o resultado reafirma uma tendência crescente de pesquisadores e artistas voltada para recortes que permeiam o mundo contemporâneo e a atualidade artística brasileira – por exemplo, questões de negritude, femininas, de acessibilidade e indígenas. Nesse caso, Eduardo Saron – diretor do Itaú Cultural – deixou claro que, nessa edição, houve uma atenção maior para que projetos temáticos selecionados fossem encabeçados por pessoas ligadas diretamente ao tema proposto (ex.: projetos de temática indígena sendo propostos por pessoas indígenas ou ligadas diretamente a povos indígenas).

No total, foram 11.246 projetos de todo o Brasil. Desses, 91 foram selecionados. Todas as regiões do país foram contempladas. A cobertura nacional está representada no gráfico abaixo:

 

Os projetos perpassam, em sua maioria, as modalidades de criação e desenvolvimento, quase 60%; pesquisa e desenvolvimento, cerca de 25%; e documentação, em torno de 18%. Quase 70% deles têm origem nas capitais e mais de 27% vieram de outras cidades.

A comissão de avaliação foi formada por 40 pessoas de todo o país, contratados pela instituição entre as mais diversas áreas de atuação e regiões.

Divididos por segmento, os projetos selecionados somaram as seguintes porcentagens:

  • Audiovisual: 17,58%
  • Música: 14,29%
  • Patrimônio e Memória: 12,9%
  • Literatura: 10,99%
  • Artes Visuais: 8,79%
  • Teatro: 8,79%
  • Dança: 7,69%
  • Arte e Tecnologia: 5,49%
  • História em Quadrinhos: 5,49%
  • Arquitetura: 2,20%
  • Circo: 2,20%
  • Formação: 2,20%
  • Games: 1,10%
  • Moda: 1,10%

Os projetos selecionados estão listados no site do Itaú Cultural.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *