O Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) abre nesta terça-feira (23/9) convocatórias para artistas interessados em participar de quatro programas: Residência LABMIS; Dança no MIS; NECMIS; e LABMIS Estúdio de Som.

Os quatro programas irão selecionar residentes nas áreas de música, artes visuais, dança e humanidades, para atuação em 2015.

O Laboratório de Novas Mídias do MIS (LABMIS) abre anualmente sua residência, a qual abrange projetos artísticos nas áreas de fotografia digital, vídeo digital, animação digital, cinema digital, áudio arte, web arte, games, computação gráfica, design de interfaces, comunidades digitais, software colaborativo, visualização de redes, redes sociais, arte interativa, realidade aumentada, arte e ciência, entre outras. Serão selecionados quatro projetos, que serão desenvolvidos em três meses de residência e cujos resultados serão apresentados em exposição no museu.

Com curadoria de Natalia Mallo, o programa Dança no MIS selecionará 10  projetos, que integrarão a programação de 2015, entre março e dezembro. Os artistas deverão apresentar propostas de ocupação coreográfica criadas especificamente para o Museu, dentro do conceito site-specific, no qual a obra dialoga com o espaço, buscando se relacionar e ressignificar seus aspectos singulares: arquitetura, topografia, iluminação, matriz cultural, discurso etc. A edição 2015 do programa terá como eixo curatorial obras que proponham processos investigativos do movimento (especialmente projetos que pesquisem o corpo em relação à arquitetura).

O programa semestral LABMIS Estúdio de som busca a realização de gravações de músicas originais brasileiras (popular ou erudita), abrangendo compositores e/ou intérpretes sem acesso consolidado aos canais de produção existentes e que tenham consistência, originalidade e potência criativa em seus trabalhos. O MIS selecionará quatro projetos musicais, que serão contemplados com 30 horas de estúdio para gravação das quatro faixas e 10 horas para mixagem das quatro músicas. Além disso, haverá um espetáculo de lançamento das músicas, em data e local a serem determinados.

Já a residência Núcleo de Estudos Contemporâneos do MIS (NECMIS) é destinada à pesquisa na área de humanidades, aplicada a produtos de mídias audiovisuais em qualquer formato, mídia, duração ou suporte. O objetivo é estimular a pesquisa de um tema e a produção de um produto de audiovisual para o mercado artístico. Por humanidades, o NECMIS entende filosofia, teologia, história, geografia, ciências sociais, psicologia, letras, artes plásticas e comunicação. O museu acolherá quatro projetos para a residência de candidatos que estejam, obrigatoriamente, matriculados em cursos de graduação, mestrado ou doutorado nas áreas acima citadas. O NECMIS é coordenado pelo filósofo e colunista da Folha de S.Paulo Luiz Felipe Pondé.

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas até o dia 28 de outubro, no site do MIS.


editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *