O Programa Adote uma Obra Artística, iniciativa da Prefeitura Municipal de São Paulo que prevê a recuperação de monumentos da cidade expostos em áreas públicas e que necessitem de restauro, ganhou força recentemente com o apoio do Grupo Votorantim, que adotou 30 obras, entre eles o Monumento às Bandeiras, no Ibirapuera, e quatro esculturas da Praça da Sé. Até agora, o programa, que existe desde 1994, só tinha restaurado cerca de 20 monumentos.

Além do restauro, os monumentos contarão com sinalização ressaltando sua importância histórica, manutenção periódica e segurança. Ações educativas serão realizadas para conscientizar a população sobre a importância da conservação dos espaços públicos do município. Ao promover o acesso da população a essas obras, o projeto está alinhado ao Programa de Democratização Cultural Votorantim, implementado desde 2006.

O programa da Secretaria de Cultura prevê a recuperação e manutenção, com o apoio da iniciativa privada, de esculturas distribuídas pela cidade que careçam de cuidados – após sofrerem pichações ou depredação, por exemplo. Segundo o secretário municipal de Cultura, Carlos Augusto Calil, “este projeto integra sociedade e Prefeitura em benefício da cidade. Trata-se de uma ação de promoção cultural e resignificação da relação das pessoas com os espaços públicos. É um convite à população para que, a partir de novembro, valorize e ajude a manter a paisagem urbana restaurada”.

Para a Votorantim esta é uma oportunidade de celebrar seus 90 anos de atuação, comemorados este ano, e ao mesmo tempo oferecer à cidade de São Paulo um projeto que valorize a sua história. “Ao longo de sua história, o Grupo Votorantim sempre caracterizou sua maneira de fazer negócios baseado em valores como solidez, ética, respeito, empreendedorismo e união. Focamos a construção de um futuro sustentável, mas nos orgulhamos do passado, da nossa história. É isso que nos faz acreditar na importância de investir na preservação de um patrimônio cultural da população”, comenta Carlos Ermírio de Moraes, presidente do Conselho de Administração da Votorantim Participações.

O projeto tem início em agosto e todas as 30 obras deverão estar restauradas até novembro. Durante esse período, os monumentos serão envolvidos por painéis contendo informações históricas sobre a obra, sobre o autor e sobre as ações de restauração. O trabalho de restauro será executado pela Companhia de Restauro, empresa especializada na revitalização de obras históricas. A supervisão dos trabalhos será feita pela arquiteta Valéria de Souza Valeri, coordenadora da Comissão Permanente de Análise de Assuntos Concernentes a Obras e Monumentos Artísticos em Espaços Públicos, subordinada ao Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura.

“O Grupo Votorantim vai presentear São Paulo com a restauração desses 30 monumentos. Além da preservação do patrimônio, esta ação está alinhada ao compromisso de nosso Instituto de promover o acesso à cultura, viabilizando ações educativas que preservem nossa identidade cultural”, ressalta Carlos Ermírio de Moraes.

Entre os monumentos restaurados, estão obras de Victor Brecheret (além do Monumento às Bandeiras, a escultura Depois do Banho, no Largo do Arouche), Bruno Giorgi (estátua de Dante Alighieri e busto de Mário de Andrade), Júlio Guerra, Sergio Camargo e Amílcar de Castro, entre outros artistas. Todas as ações do projeto 30 Homenagens, desenvolvido pela agência Centoeseis, podem ser consultadas no site www.trintahomenagens.com.br.

Os monumentos adotados pelo Grupo Votorantim

1.Monumento às Bandeiras – Praça Armando Sales de Oliveira – Próx. ao Parque do Ibirapuera
Autor: Victor Brecheret

2.Abertura – Praça da Sé
Autor: Amilcar de Castro

3.Espaço Cósmico – Praça da Sé
Autor: Yutaka Toyota

4.Condor – Praça da Sé
Autor: Bruno Giorgi

5.Contado a Feria – Praça João Mendes
Autor: Ricardo Capicchia

6.Anchieta – Praça da Sé
Autor: Heitor Usai

7.Amor Materno – Largo do Arouche
Autor: Charles Louis Eugène Virion

8.Depois do Banho – Largo do Arouche
Autor: Victor Brecheret

9.A Menina e o Bezerro – Praça do Arouche
Autor: Luiz Chirstophe

10.Índio Caçador – Av. Vieira de Carvalho – Próx. à Praça da República
Autor: João Batista Ferri

11.Mário de Andrade – Praça D. José Gaspar – Consolação
Autor: Bruno Giorgi

12.Chopin – Praça D. José Gaspar – Consolação
Autor desconhecido

13.Cervantes – Praça D. José Gaspar – Consolação
Autor: Rafael Galvez

14.Dante – Praça D. José Gaspar – Consolação
Autor: Bruno Giorgi

15.Sem título – Praça da Sé
Autor: Sérgio Camargo

16.Pedro Álvares Cabral – Av. Pedro Álvares Cabral s/n – Parque do Ibirapuera
Autor: Luiz Morrone

17.Homenagem ao Cafeeiro – Parque do Ibirapuera. Prox. Museu de Arte Contemporânea
Autor: Francisco Zeri

18.Fernando Pessoa – Avenida de Sagres com Av. IV Centenário – Próx. ao Parque do Ibirapuera
Autora: Maria Irene Villar

19.Fundadores de São Paulo – Rua Padre Manoel da Nóbrega – Prox. Assembléia Legislativa
Autor: Luiz Morrone

20.Leão (réplica) – Parque do Ibirapuera
Autor: Prosper Leocourtier

21.Ubirajara – Largo Ubirajara – Mooca
Autor: Francisco Leopoldo e Silva

22.O Índio e o Tamanduá – Praça Marechal Deodoro – Santa Cecília
Autor: Ricardo Cipicchia

23.Dom Gastão Liberal Pinto – Praça Gastão Liberal Pinto – Av. Brigadeiro Luís Antônio c/ Av. Santo Amaro
Autor desconhecido

24.Caminho (Arcos da Paulista) – Praça Marechal Cordeiro Farias (esq. Av. Paulista c/ Av. Angélica)
Autores: Lilian Amaral e Jorge Bassani

25.Apóstolo São Paulo – Av. Roque Petroni Júnior – Morumbi
Autor: Júlio Guerra

26.Homenagem a Faria Lima – Av. Brig. Faria Lima
Autor: Luiz Morrone

27.Cruz Patriarcal (Cruz de Lorena) – Praça Nossa Senhora do Brasil
Autor desconhecido

28.Mãe Preta – Largo do Paissandu – Bairro Santa Ifigênia
Autor: Júlio Guerra

29.Guanabara – Vale do Anhangabaú – Ladeira Falcão Filho
Autor: João Batista Ferri

30.Francisco Miranda – Av. Paulista – Prox. Rua Bela Cintra
Autor: Lorenzo Gonzáles e Carmelo Tabacco

Sobre o Programa Adote uma obra artística

Criado em 1994, o Programa Adote uma Obra Artística é subordinado ao Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura. O objetivo deste projeto é envolver a sociedade, por meio do apoio da iniciativa privada, a fim de ampliar a conservação física de obras e monumentos artísticos expostos em espaços públicos da cidade de São Paulo.

Ao longo dos 14 anos de existência, o programa realizou mais de 20 restaurações por meio de adoções. Neste momento, alem das 30 obras que serão restauradas e mantidas por 1 ano pela Votorantim, existem outras duas que também estão adotadas: Júlio de Mesquita, pelo Grupo Estado e Ascensão, pela empresária Cristiana Arcangelli.

Apesar de ter sido criado em 1994, o programa só teve a primeira obra adotada no ano 2000. Trata-se da escultura Anhangüera, de Luis Brizzollara, instalada na Avenida Paulista e que foi adotada pela Rádio Bandeirantes. Em 2002, a Comissão Permanente de Análise de Assuntos Concernentes a Obras e Monumentos Artísticos em Espaços Públicos elaborou uma relação de obras prioritárias, que consistiam em peças que necessitavam de investimento em restauro com urgência. Dessa relação que continha 63 itens, a própria Secretaria de Cultura recuperou cerca de metade com investimento orçamentário e também termos de cooperação firmados com a iniciativa privada. Atualmente, a relação conta com 26 peças aguardando adoção e está disponível no site: www.patrimoniohistorico.sp.gov.br . A cidade de São Paulo tem, aproximadamente, 400 monumentos artísticos distribuídos pelas cinco regiões da cidade.

As empresas ou pessoas físicas interessadas em adotar alguma obra ou monumento artístico devem, primeiramente, encaminhar ao Departamento do Patrimônio Histórico uma carta de intenção de adoção com a identificação da obra que deseja adotar. O documento está disponível para download no site oficial do Departamento do Patrimônio Histórico. A documentação exigida para formalização da adoção também pode ser consultada na página oficial do departamento na internet.


editor

2Comentários

  • Vera Lucia Dias, 19 de agosto de 2008 @ 21:20 Reply

    Maravilhosa notícia, a recuperação da Arte Pública. Ainda mais para nós guias da cidade que apresentamos seu patrimônio a moradores e visitantes. Como fica o gostinho do “quero mais”, aguardamos o restauro da importante obra “Fonte Monumental” na Praça Julio Mesquita.

  • Manoel Peres Sobrinho, 21 de outubro de 2009 @ 22:04 Reply

    Fico muito feliz ao saber da iniciativa do Grupo Votorantim, quanto ao apadrinhamento de monumentos da cidade de São Paulo. Talvez pudesse incluir o seu mecenato para monumentos votorantinenses, já que foi da cidade de Votorantim que todo o Grupo teve início. Assim estará voltando às suas origens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *