Artistas, produtores e coletivos do estado de São Paulo divulgaram nessa segunda (5) uma petição pública declarando Estado de Emergência no setor cultural.

A iniciativa traz o diagnostico de uma situação-limite no Estado, com a iminência de um colapso total no setor.

O documento aponta “absoluto descaso com técnicas/os que trabalham nos bastidores dos eventos e espetáculos, todo o pessoal ‘da graxa’, que não foram devidamente atendidos pela Lei Aldir Blanc, como necessitavam…muitos foram obrigados a sobreviver, com suas famílias, por meio de cestas básicas entregues por amigos, cooperativas e sindicato, associações comunitárias, através das tantas campanhas solidárias.”

A petição é assinada pelo Fórum do Litoral, Interior e Grande SP (FLIGSP), a Frente Ampla em Defesa da Cultura SP e o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Estado de São Paulo (SATED-SP), além de diversas organizações dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Cultura de SP.

A declaração foi publicada na íntegra no Avaaz e está aberta à novas assinaturas.


editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *