Os brasileiros que já usam o Kindle, fabricado pela Amazon, poderão migrar sua conta para comprar títulos na loja brasileira da empresa, lançada semana passada. Segundo o G1, a companhia informou que quem não quiser trocar pela loja local não será obrigado a fazer isso.

“A seleção de conteúdo em português será melhor na loja brasileira”, conta David Naggar, vice-presidente de conteúdo de Kindle. Segundo o executivo, quem fizer a migração não perderá os livros que já tem, já que eles serão encaminhados para a nova conta.

Naggar afirma que a chegada do Kindle a um novo país depende de três pilares: “O primeiro é a loja, depois são os aplicativos e, em terceiro, está o próprio Kindle.”

Segundo ele, a Amazon já fechou contratos com 90 editoras brasileiras. “Estamos muito felizes, mas não é o suficiente. Queremos estar com todas as editoras no Brasil. Agora começamos o trabalho de assinar com mais editoras e trabalhar com as que já assinamos para ter mais conteúdo”, afirma. “Precisamos convencer os autores que o digital é bom para todos. Nós sabemos que, quando as pessoas começam a ler no ecossistema Kindle, elas passam a ler mais.”

Além disso, a partir de agora, os aplicativos que permitem ler livros da plataforma Kindle em tablets e smartphones de várias plataformas também estarão em português. “Seus livros estarão sincronizados automaticamente em vários dispositivos, incluindo smartphones, tablets, o PC ou o Mac”, conta Naggar.

Clique aqui para ler mais no G1 e aqui para ler entrevista com David Naggar no Publishnews.

*Com informações do G1 e do Publishnews


editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *