Com informações publicadas no jornal Folha de São Paulo*

O Secretário Especial da Cultura, Mário Frias, tem protestado contra o projeto de lei batizado de “Lei Paulo Gustavo”. Frias tem argumentado que, caso o PL seja aprovado, “todos os projetos culturais que estão com apoio do governo federal serão interrompidos, por falta de recursos”.

A fala do secretário é desmentida por especialistas, já que, na prática, a secretaria não poderia acessar as verbas que seriam utilizadas pela lei.

*Para ler a matéria completa, clique aqui.


editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *