Dov Simens, o consagrado instrutor de cinema em Hollywood, que tem entre seus alunos Quentin Tarantino, Guy Ritchie, Will Smith e Queen Latifah, já aterrissou no Brasil. Na manhã desta terça-feira (18/6) ele esteve no Cemec para conversar com alguns jornalistas sobre seu curso, Hollywood 2-Day FilmSchool, que acontece neste final de semana (23 e 24 de junho), no Novotel Jaraguá, em São Paulo.

Foto: Glen ScarboroughConhecido como o “guru do baixo orçamento” e o “campeão dos filmes independentes”, Dov falou sobre a importância de se gastar pouco e ainda assim, produzir um bom filme, principalmente para os iniciantes. “Vou ensinar como fazer um bom roteiro, como investir na produção do filme, como trabalhar na pós-produção e na distribuição. Eu não ensino arte nem talento, isso não se aprende e vocês têm muita gente talentosa no Brasil”.

Para ele, o que falta na indústria cinematográfica brasileira é saber se vender e se financiar sem o apoio ou incentivo do governo. Ele afirma que o investimento por parte do governo é algo que deve e pode acontecer no segundo projeto de filme, mas não no primeiro. “É depois de ganhar certo reconhecimento que eles vêm te procurar.”

Dov explicou também que o projeto para um primeiro filme não pode ser tão ambicioso. “Vou ensinar como se faz um filme excelente com o orçamento baixo”. Segundo ele, é necessário criar uma boa história com uma ou no máximo duas locações, dois atores bons e uma semana de filmagem. “Vocês duvidam? É só assistir o primeiro filme de qualquer cineasta norte-americano que hoje é consagrado. Todos foram feitos com essa fórmula”, disse.

O instrutor de Hollywood ainda enfatizou a importância de tratar o filme como produto e não apenas como obra de arte. “Vocês precisam entender que se querem que seu filme passe nos EUA, vocês têm que comprar as telas dos EUA. A divulgação é um investimento necessário como em qualquer outro tipo de negócio.”

Dov explicou que o Curso Hollywood 2-Day FilmSchool se distribui em dois dias intensos de aprendizagem onde no primeiro as pessoas aprenderão a produzir o filme de maneira barata e no segundo aprenderão a vender e a distribuir da melhor maneira.

Para se inscrever, acesse o site do Cemec.


administrator

Patrícia Lima é repórter do Cultura e Mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.