Até o dia 19 de agosto, escritores e editoras que tiveram romances publicados em 2014 podem se inscrever no Prêmio São Paulo de Literatura.

Inspirada no Booker Prize, a premiação é concedida pela Secretaria de Estado da Cultura e oferece a maior remuneração do país: R$ 400 mil, sendo R$ 200 mil para o melhor livro do ano e R$ 100 mil para melhor livro do ano de autor estreante – um com mais e outro com menos de 40 anos. Para estreantes, vale quem publica pela primeira vez um romance, independentemente de já ter lançado obras de outros gêneros (como poesia e reportagem, por exemplo).

Os livros devem ser de ficção, no gênero romance, escritos em portugês e com primeira edição brasileira. A novidade nesta oitava edição do prêmio é que o número de finalistas vai aumentar, com a quantidade total podendo chegar a 30 pessoas. Isso porque as subcategorias de autor estreante podem, cada uma, ter de duas a 10 obras na final.

Criado em 2008, o Prêmio São Paulo de Literatura já contemplou 16 romances, de mais de 1.200 inscritos, e tem o objetivo de estimular escritores e a leitura com a valorização da produção literária nacional. Os últimos vencedores do prêmio foram Ana Luisa Escorel (Melhor livro do ano), com “Anel de Vidro”, Verônica Stigger (autor estreante acima de 40 anos), com “Opisanie Swiata” e Marcos Peres (autor estreante abaixo de 40 anos) com “O evangelho segundo Hitler”.

O regulamento está disponível no site www.premiosaopaulodeliteratura.org.br.

*Com informações dos site dos jornais O Globo e Folha de S. Paulo


editor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *