O II Seminário #Procultura foi realizado no dia 17 de agosto de 2013 pelo Cemec e pelo Cultura e Mercado  no Novotel Jaraguá, em São Paulo. Parte da programação foi composta por um “aquário” – espaço para propostas e ideias para a Lei Rouanet e para o Procultura.

Natalie Assad, sócia-fundadora da plataforma de financiamento coletivo Partio, propõe que as pessoas, empresas e associações olhem para a pessoa física como um personagem importante dentro da Lei Rouanet, já que a capacidade de doação é muito maior do que a praticada atualmente. Ela levanta a importância de fazer com que as pessoas conheçam esta forma de doação e possam também fazer a reversão.

Veja no vídeo abaixo as propostas do projeto de Natalie, que visa informar, facilitar e expandir o financiamento em cultura por meio de pessoas físicas.


editor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *